31 outubro 2014

Halloween

Segundo alguns autores, grande parte da tradição do Halloween, do Dia de Todos-os-Santos e do Dia dos mortos pode ser associada ao Samhaim. O Festival do Samhaim era uma celebração celta (entre os anos de 600 a.c a 800 a.c) em que se acreditava que as almas dos mortos retornavam a suas casas para visitar os familiares,para buscar alimento e se aquecerem no fogo da lareira. Algo respeitoso e que marcava a virada do ano celta e também a chegada do inverno no hemisfério norte. 

Mas de lá pra cá  (e olha que  muita água rolou, o cristianismo dominou a Europa, irlandeses e ingleses foram imigrar para os Estados Unidos, tivemos guerras santas, inquisições...) enfim, muita coisa mudou. 

Se analisarmos o modo como o Halloween é celebrado hoje, veremos que pouco tem a ver com as suas origens: só restou uma alusão aos mortos, mas com um carácter completamente distinto do que tinha ao princípio. Na celebração atual do Halloween, podemos notar a presença de muitos elementos ligados ao folclore em torno da bruxaria.

As fantasias, enfeites e outros itens comercializados por ocasião dessa festa estão repletos de bruxas, vampiros, fantasmas e monstros, no entanto isso não reflete a festa original. 
Hoje, nos Estados Unidos a tradição é se fantasiar e entre as crianças a brincadeira mais famosa é de pedir um doce, sob ameaça de fazer uma travessura (trick or treat, "doce ou travessura"). 

Bom, mesmo longe de ser uma tradição ou um ritual de celebração no Brasil, eu acho que toda festividade merece atenção! E então, que tal preparar um jantar diferente, receber os amigos e celebrar.  Eu adoro! Lá no Insta da Prendada vocês podem ver uma seleção de ideias lindas para decorar e preparar receitas para festas de Halloween! 

22 outubro 2014

Azulejos? Que nada! Adesivos!

Ahhh eu não resisti!!!!

Faz um ano que vim morar - de mala e cuia - no Rio de Janeiro. E desde então a cozinha do apê  era um problema. Ainda não sobrou a grana para reformar e, caminhando por Copacabana encontrei lindos adesivos que imitam azulejos hidráulicos.

Pensei, repensei e comprei.



Queria muito tirar os azulejos sem graça da cozinha e deixar ela super colorida e diferente...Afinal é nela que faço as minhas receitas, é nela que deposito o meu amor em forma de comida! E olha só como ficou...



Para aplicar é super fácil: basta medir os seus azulejos do banheiro ou cozinha, limpar a área e sair colando. Não tem mistério! E o melhor... os adesivos são impermeáveis!  Fiz até um vídeo rápido da transformação, tem apenas 20 segundos, dá uma olhada e te inspira! :)



Beijos

21 outubro 2014

Estamos no twitter

Bom dia minha gente!

A prendada aqui decidiu divulgar o blog em mais uma rede social e por isso conto com a ajuda de vocês!

https://twitter.com/QuePrendada

Estou no twitter e lá vamos compartilhar imagens, ideias, vídeos e claro falar de tudo que vai aparecer aqui pelo "Que Prendada".



Passa lá e dá follow nessa moça que vos fala!

Obrigada!

:)

19 outubro 2014

A feira gastronômica do Brooklyn

Smorgasburg, o nome parece complicado, mas chegar nesse food market dos deuses é fácil, fácil. Atravessamos a ponte do Brooklyn a pé e pegamos um taxi rumo ao bairro de Williamsburg, onde acontece a feira. A primeira impressão é de uma paisagem lindíssima dos skylines de New York ao fundo.


Depois, ahhh depois aquela infinidade de barraquinhas com delícias de todos os tipos e tamanhos. Tem para todos os gostos, sério mesmo! É comida árabe, italiana, mexicana, indiana, japonesa, americana, vegana, doces, sucos e mais uma infinidade de opções que deixam qualquer um indeciso e babando.
Eu comecei experimentando um burguer vegano do pessoal do Chickpea and Olive chamado de Polka. Foi simplesmente sensacional. Os produtos orgânicos, a mistura de sabores e o pão fininho me proporcionaram uma experiência gastronômica única.


Não satisfeita em comer apenas um burguer, afinal a quantidade de barracas era tamanha, tive que provar outra delícia. Dessa vez escolhi o filipino Lumpia-Shack. Mais uma vez, fiquei embriagada de sabor...os deliciosos rolinhos primavera feitos com releituras de carne de porco, cogumelos e frango estavam ótimos. Maravilha demais! Então, quem for para New York tem que aproveitar o sábado ( a feira só acontece nesse dia) e conhecer o Brooklyn, de quebra já almoça no food market mais legal daquelas bandas!

06 outubro 2014

Uma segunda sem carne em New York

Era segunda feira, acordamos tarde, quase 11. Fome daquelas e uma sugestão que não saía da cabeça... ir no restaurante vegano do Upper East Side. Então, lá fomos nós. Mãos dadas, metrô, Lexington com79th street.



Quase na esquina já vimos o restaurante. Simples. Discreto. Clássico. Esse é o Candle 79.
Ao abrir o cardápio, nada das receitas vegetarianas/veganas comuns. A comida é criativa e com pitadas de requinte. O ambiente, intimista. Com muitas opções que fazem releituras de pratos italianos,árabes e mexicanos. No menu o Candle 79 é capaz de agradar até os paladares pouco acostumados com à comida vegetariana.

De entrada pedimos uma espécie de tortillas mexicanas com pastinhas (delícia na medida certa).




E quanto aos pratos...bem o Vinicius quis continuar nos sabores mexicanos e pediu um burrito vegano ( que era gigantesco, bem servido mesmo, olha aí).




Eu já fui um pouquinho mais tradicional e pedi uma espécie de fricassé de legumes. E a escolha foi ótima. Uma cama de polenta mole por baixo, cogumelo, pepino, ervilhas, cebola e brócolis por cima. Um sabor surpreendente! 



O restaurante é o queridinho de vegetarianos famosos como Sir Paul McCartney, a atriz Alicia Silverstone e a diva Madonna. E isso não torna o lugar caro ou elegante demais! Pelo contrário, o candle 79 vale a pena pelo sabor, pelo ambiente, pelo passeio e principalmente pelo fato de proporcionar um alimento riquíssimo em sabores e totalmente sem carne! Que todas as cidades do mundo fossem assim... com uma "meat free monday" (segunda sem carne) deliciosa! :)