30 janeiro 2015

RECEITA MINUTO: Salmão doce ao mel

Prendaditos do meu Brasil, parem tudo!

Tem receita fácil, fácil hoje aqui no blog, anota aí: 

                                                            SALMÃO AO MEL 





Ingredientes:

- Uma posta de salmão (um lado tem que ter pele)
- Azeite
- Mel
- Alecrim e sal 

       

Preparo:

- Unte a forma com azeite
- Coloque o salmão com a pele para baixa
- Faça furos, coloque sal à gosto
- Coloque o alecrim e mais azeite por cima
- Colocar no forno pré-aquecido a 180 graus por 15 minutos (não deixe passar) 
- Retire e coloque mel por cima do salmão
- Retorne para o forno por mais 5 ou 7 minutos

E tá pronto!!!

Vai ficar divino: acreditem!

Beijos,




  

29 janeiro 2015

La Lupita: O México no Sul do Brasil

Quem me conhece sabe do meu encanto pela culinária mexicana, e o quanto amo experimentar as variações dela por onde passo. Já comi em São Paulo, Rio de Janeiro, Washington, Boston, New York, Porto Alegre e em Santa Maria.

Aliás, foi lá na cidade que fica a 290 quilômetros da capital gaúcha que vivi uma experiência gastronômica deliciosa e que eu quero dividir com vocês.



O único restaurante mexicano da cidade universitária de Santa Maria se chama La Lupita. Eu estive duas vezes no local, em anos diferentes, e em ambas ocasiões fiquei com aquele sabor marcante na minha memória gastronômica. 




O ambiente cheio de cores e referências da cultura mexicana tem uma decoração linda. (O lugar é tão bonito que serve de cenário para comerciais e matérias). Até o banheiro feminino é inspirador: fiquei encantada. Mas vamos ao que interessa... a comida! 

Por onde passo, peço uma grandiosa porção de nachos; e os do La Lupita me conquistaram na primeira mordida: acompanhamentos, pimenta, molhos; tudo feito com primor, tudo para nos deixar babando. 




Depois segui para os tacos (outro vício que tenho), e eles foram arrebatadores. Pedi todos os sabores e não me arrependi. Os ingredientes frescos, a guacamole feita na hora, o frescor da comida é percebido no paladar. 






Só não continuei nos salgados porque meu coração estava  batendo forte pela sobremesa... Os mini churros são os melhores que já comi (e olha que passei a infância comendo churros na saída do colégio, hein!?)



 O restaurante existe há quase 3 anos, e a cozinha é comandada pelo chef Tiago Mallet, que trocou a arquitetura pelas panelas. Ele se apaixonou pela culinária mexicana e, depois de muitos estudos e testes, decidiu abrir o restaurante. Hoje, o La Lupita é um sucesso, e a casa está sempre lotada. Mérito do Tiago, que se dedica de corpo e alma ao restaurante. Ele até bateu um papo rápido com a blogueira aqui, confira:

 Quando foi o seu primeiro contato com a culinária?
Tiago: O primeiro contato foi na casa da minha mãe. Sempre gostei, mas só comecei a cozinhar quando morei sozinho e passei a exercitar os pratos. 

Qual o prato preferido do chef?
Tiago: Não tenho um prato preferido. Gosto mesmo daqueles que têm um tempero diferenciado, como os da culinária tailandesa.

Um tempero que não pode faltar na sua cozinha?
Tiago: Pimenta

Um sonho gastronômico?
Tiago: Gostaria de trabalhar ao lado de um grande chef, como Alain Ducasse, ou ter uma estrela Michelan no Lupita

Qual a sua principal dica para quem está começando a cozinhar?
Tiago: Cozinhar não tem o glamour que as pessoas pensam: é um trabalho que exige muito esforço físico e mental. Acredito que cozinhar também é um dom, portanto não é para qualquer um... 

O chef  Tiago Mallet é...
Tiago: Um cozinheiro

Bom, gente, já sabem, né?! Quem passar por Santa Maria, na região central do Rio Grande do Sul, vai lá no restaurante La Lupita.


LA LUPITA:
Rua Duque de Caxias, nº 1701
Santa Maria - RS
Aberto de terça a domingo, das 19:00 às 00:00

Beijos,

28 janeiro 2015

Junta Local (e legal)

Uma galera tudo de bom, tudo de bem, anda organizando um evento muito legal aqui pelas bandas da cidade maravilhosa. Eu tô falando da JUNTA LOCAL: um coletivo de pessoas que vendem comida produzida aqui no Estado do Rio de Janeiro.


Com ênfase na produção orgânica e natural, produtores vendem seus produtos diretamente ao consumidor. A gente pode conversar  com quem faz: do agricultor ao padeiro, do queijeiro ao cozinheiro; tudo numa feirinha cheia de charme e com delícias feitas na hora, desde crepes até bebidas artesanais.

Barraquinhas charmosas em um ambiente acolhedor

No último domingo, o "ajuntamento" aconteceu nos pátios de duas casas do bairro Botafogo, na Zona Sul da cidade, e eu, como boa curiosa e entusiasta da alimentação orgânica e natural, fui conferir.

Para espantar o calorão: refresco na porta de entrada

Uma das ideias mais geniais: um clube para receber produtos orgânicos em casa 

Tudo artesanal com gostinho caseiro que lembra a infância

Manacá Orgânicos: delícias direto da terra 

Geléias, pastas, chutneys: sabores que a gente nunca imaginou que entrariam neste vidrinho

Comida natural feita na hora, na frente do cliente

Queijo, queijo, queijo e tem como resistir a um crepe tão francês como esse?

A creperia é sucesso de público...sabor sem igual
Evento cheio, espaço com astral, ajuntamento legal

 Pra quem se interessou anota aí na agenda: a próxima JUNTA LOCAL vai rolar domingo, dia 8 de fevereiro ( Comuna - Rua Sorocaba 585 / Botafogo/ RJ).  Das 10h às 16h.

  Beijos,


27 janeiro 2015

Design bom pra cachorro

Gente amiga que ama seu animal de estimação e adora ter uma casa descolada, hoje a dica é de decoração: Urbanpet

Um loja virtual novinha em folha e com peças para deixar o teu pet confortável além de deixar a tua casa ainda mais estilosa.

Eu adorei os objetos: são super modernos e coloridos, cães, gatos e donas vão amar! Dá uma conferida aqui na fotos para entender do que eu tô falando.

Caminha toda cheia de charme em formato de caixa de feira
Amei: barraca de índio super cool pro relax do bichano
Comer com estilo, e chega de potinho de plástico pela casa

Gostaram dessa dica? Pra quem adora decoração e ama seu bichinho de estimação, vale a pena dar um "conferes"  no site da Urbanpet.


26 janeiro 2015

Jessica Alba é das nossas!

Ela é linda, uma atriz de sucesso e jovem mãe de duas meninas graciosas. E adivinhem? Ela  A D O R A cozinhar! Aos 33 anos, a californiana Jessica Alba não cansa de dividir suas delícias pelas redes sociais. Ela gosta receber os amigos e a família e já preparou um jantar de Natal para 84 pessoas.

Óh alguns momentos da eterna Dark Angel, ou para muitos a mulher invisível do "Quarteto Fantástico":

Cookies lindos saindo do forno

Foto tirada pelo marido, o ator Warren Cash na casa da família em Los Angeles

Costelinhas prontas para serem assadas

Jessica no preparo de uma salada

Foto de uma receita do livro da atriz

Aliás, Jessica Alba lançou com livro com receitas e dicas para um vida mais saudável ele se chama "The Honest Life" e já tem para vender no Brasil. 

E aí, vocês sabem de outras "celebs" que adoram cozinhar?! 

Beijos,


23 janeiro 2015

No passado...



As frutas cítricas chegaram à Europa no primeiro século depois de Cristo. Em 1873, três árvores de "navel orange" foram levadas do Brasil e plantadas em Riverside, na California. Tendo frutificado após cinco anos (uma, ao que se sabe, continuava dando frutos um século depois), representaram a base da indústria americana da laranja. O gosto cítrico dessa fruta é o terceiro preferido entre os norte-americanos, razão porque bebem em média 16,6 litros per capita ao ano. A fruta só perde para quem na preferência do sabor?! Ahhhh, o chocolate e a baunilha! :)

Fonte: 50 frutas que mudaram a história do mundo, de Bill Laws.

22 janeiro 2015

Os benefícios do suco de tomate

Já pensou em tomar um suco de tomate?! Pois tem muita gente tirando a fruta da salada e transformando em bebida. Um dos bares mais charmosos do Rio de Janeiro já inventou até uma deliciosa receita para deixar o suco mais gostoso. Confere aí, na minha reportagem para o Fala Brasil:



E aí, gostaram?

Beijos


21 janeiro 2015

DICA DE FILME: A Festa de Babette


Um filme que nos leva para um desolado povoado na costa da Dinamarca. Uma fotografia que lembra pinturas antigas. Uma solidão que chega a ser bonita de assistir. Um banquete de dar água na boca. Uma frase que pode definir uma vida: "Uma artista nunca é pobre". E ainda foi vencedor do Oscar de 1988 de melhor filme estrangeiro.

Depois de tudo isso que eu citei, vocês ainda não querem assistir a "A Festa de Babette"?! 


Então vou deixar que esse trecho - de um texto do Rubem Alves - fale por mim:

"Quem pensa que a comida só faz matar a fome está redondamente enganado. Comer é muito perigoso. Porque quem cozinha é parente próximo das bruxas e dos magos. Cozinhar é feitiçaria, alquimia. E comer é ser enfeitiçado. Sabia disso Babette, artista que conhecia os segredos de produzir alegria pela comida. Ela sabia que, depois de comer, as pessoas não permanecem as mesmas. Coisas mágicas acontecem. E desconfiavam disso os endurecidos moradores daquela aldeola, que tinham medo de comer do banquete que Babette lhes preparara. Achavam que ela era uma bruxa e que o banquete era um ritual de feitiçaria. No que eles estavam certos. Que era feitiçaria, era mesmo. Só que não do tipo que eles imaginavam. Achavam que Babette iria por suas almas a perder. Não iriam para o céu. De fato, a feitiçaria aconteceu: sopa de tartaruga, cailles au sarcophage, vinhos maravilhosos, o prazer amaciando os sentimentos e pensamentos, as durezas e rugas do corpo sendo alisadas pelo paladar, as máscaras caindo, os rostos endurecidos ficando bonitos pelo riso, in vino veritas... Está tudo no filme "A Festa de Babette". Terminado o banquete, já na rua, eles se dão as mãos numa grande roda e cantam como crianças... Perceberam, de repente, que o céu não se encontra depois que se morre. Ele acontece em raros momentos de magia e encantamento, quando a máscara-armadura que cobre o nosso rosto cai e nos tornamos crianças de novo. Bom seria se a magia da Festa de Babette pudesse ser repetida..." 

Rubem Alves para o jornal Correio Popular. 

Não é lindo?! Eu recomendo M U I T O esse filme, é poesia pura! 

Beijos, 

19 janeiro 2015

Resenha: Sabonete do Chef

 Sabonete do Chefe da Número 21: cuidando da nossa beleza até na cozinha
A dica de hoje é para quem adora cozinhar e assim como eu corta cebola, alho, carnes, peixes e outros alimentos que deixam um cheiro indesejável nas mãos!

Eu recebi esse presente super fofo e criativo e quero dividir a nova descoberta com vocês.

O "sabonete do chef" da Número 21 - marca carioca cheia de bossa e pra lá de descolada - além de ser super útil para quem gosta de cozinhar, também ajuda a proteger a pele. Afinal, cuidar da beleza é importantíssimo também na cozinha!

Bom, o sabonete líquido vem numa caixa genial com desenhos modernos e lindos de alimentos e acessórios. Eu experimentei e continuo usando o sabonete diariamente: ele é ótimo, tem um cheirinho de limão siciliano e contém glicerina, que é fundamental para evitar alergias.

E posso garantir que ele cumpre o que diz. Desde que passei a usar nunca mais fiquei com aquele cheiro de cebola debaixo das unhas. As mãos ficam hidratadas e super perfumadas; eu adorei e recomendo.

Além de ser prático e necessário de se ter na cozinha, o "sabonete do chef" é uma ótima dica de presente, principalmente para aquele amigo ou familiar que adora inventar pratos e dominar as panelas.

O sabonete é comercializado nas farmácias cariocas Drogasmil e Farmalife. Sim, eles são vendidos exclusivamente no Rio de Janeiro. A marca tem muitos produtos bacanas vale a pena conferir no instagram deles que tá aqui ó: Número 21 :)

Um beijo,

18 janeiro 2015

RECEITA: Almôndegas

Tem carne moída em casa e não sabe o que fazer com ela?!

Almôndegas, ora bolas! Na Itália ela é conhecida como polpetta, na Espanha como albóndiga e na Suécia como kottbullar. Mas independente do nome, elas sempre caem bem com um molho vermelho e uma massa deliciosa! 

                                                            Anota aí os ingredientes:


     600 gramas de carne moída
1 ovo 
1 saquinho de queijo parmesão ralado
Sal e pimenta do reino a gosto 


                                                                Modo de preparo:


              Misture tudo, depois faça bolinhas com as mãos; na hora de fritar, um fio de azeite basta.


  Vire as almôndegas enquanto elas fritam; depois que estiverem prontas, coloque o molho de sua preferência. Molhos vermelhos acentuam o sabor da carne!


Não tem erro! 

Bom apetite :)

Beijos,



17 janeiro 2015

Geração bocejo?!

Eu gosto sim de sair, dançar, encontrar os amigos e curtir uma boa noitada.

Mas também sou muito caseira. Amo cozinhar (quase que diariamente), fico uma tarde inteira na máquina de costura entre agulhas e linhas, e também tenho fascínio em pintar e fazer trabalhos manuais que passam por vários tipos de artesanatos. Não vejo nada, nadinha de tedioso nisso tudo. Pelo contrário: sou apaixonada!

Mas andei lendo em revistas e no Telegraph que gostar de ser "prendada" me incluiria na tal Geração Bocejo, algo como Generation Yawn. A matéria avisa: os 20 são os novos 40.

Oi???????? Como assim? E eu? Que já tenho 30...tô com 50?

O argumento - segundo a autora que aparece na foto tricotando ao lado de um bule vermelho - é que a nova geração, os millenials (nascidos entre 1980 e 2000) -  não tem muito como transgredir, pois tudo que era pra ter sido feito já foi: "sexo, drogas e rock'n'roll" que sempre nos remetem a ideia de juventude estaria sendo substituída por culinária, jardinagem e folk music.

Rachael Dove: a jovem inglesa que passa as noites tricotando
Já existem até estudos para esse movimento. Na revista Elle de dezembro, a doutora em antropologia Valéria Brandini esclarece melhor: "Ao longo da história, o jovem sempre quis romper com o que é considerado normal. Como hoje quase tudo o já foi exótico virou comum, ser meio antigo acaba se tornando transgressor."

Concordo com ela, mas vou além: acredito que esse resgate é muito mais que um hobby ou distração de uma geração que quer ser diferente. O "faça você mesmo" se tornou mania em todas as áreas.

E que bom! Pois criar, costurar, produzir, cozinhar e ver o produto final pronto nos promove uma extrema sensação de prazer.

Saber que o tempo não foi gasto em determinada tarefa em vão é uma recompensa muito boa. Para muitos, utilizar o tempo livre numa atividade como essas é praticamente uma terapia. Algo que traz paz, orgulho, autoestima e principalmente equilíbrio.

Mas e os bocejos? E o sono? Nem pensar!

Por aqui a geração é outra: olhos bem abertos e a mente pronta para criar!

Beijos,


14 janeiro 2015

Cozinha inteligente

Eu estava lendo uma revista dia desses e vi numa matéria tanta novidade no quesito utensílios domésticos que resolvi pesquisar sobre o assunto e acabei descobrindo muita coisa legal.

Hoje temos wi-fi, ipad, ipod, mp3, televisão com imagem 4k, bluetooth e tantas plataformas hi-tech que vivemos em meio a uma revolução tecnológica, e eu - particularmente - sou fã de tudo isso. Acredito que a tecnologia trouxe mais facilidade e rapidez para nossas vidas. E isso finalmente chegou nas nossas cozinhas! Eu selecionei as três invenções mais legais e que podem fazer diferença no dia a dia de muita gente.

                                                                    CAFÉ VIA WI-FI


Recentemente uma empresa americana lançou uma cafeteira que possuiu conexão wi-fi e integração com aplicativos Android e IOS, ela custará aproximadamente 150 dólares.

Segundo os fabricantes, você vai ser capaz de controlar o tipo de café que será feito, e também definir o alarme para disparar (e lhe despertar) quando o café estiver pronto. A cafeteira inteligente da Smarter tem previsão de chegada ao mercado mundial em março deste ano.



                                                       COZINHANDO A DISTÂNCIA

Uma panela que cozinha por longas horas e numa temperatura abaixo dos 100 graus Celsius, tudo com ligação wireless. Isso é o que promete a panela da Crock-Pot: com o celular a gente controla de qualquer lugar  da casa a temperatura e o tempo de cozimento. A panela já está disponível no mercado, e o preço fica ao redor de 130 dólares.



                                               MUITO ALÉM DO CAFÉZINHO



A Brastemp promete revolucionar o mercado: em parceria com a empresa europeia Bevyx, a máquina produz muitas bebidas e não apenas cafés. Nela podem ser feitos sucos, refrigerantes, chás, cafés, líquidos quentes ou gelados. São 23 tipos de bebidas, e detalhe: tudo com cápsulas. A nova tecnologia funciona com um simples play.

E aí, gostaram das dicas?!

Que o wi-fi seja o nosso bom aliado na cozinha e não deixe nunca mais a comida queimar ou passar do ponto!

Beijos