13 janeiro 2015

Dica de livro: A morte do Gourmet

Para quem gosta de uma leitura sensorial, que desperta os nossos sentidos, aqui vai uma grande dica: A morte do Gourmet, da escritora francesa Muriel Barbery.

"A morte do Gourmet", de Muriel Barbery: leitura de ficar com água na boca

Eu conheci a autora no seu primeiro, bem sucedido e encantador livro: A elegância do Ouriço. Depois de ler e presentear vários amigos com aquela história tão tocante, eu comprei o segundo livro da escritora e também adorei!

Pierre Arthens é o gourmet em questão, um crítico gastronômico com uma difícil relação familiar mas com uma apaixonante relação com a comida. Eu não vou ser "spoiler" e ficar contando a história do livro, perde a graça, né?! Mas garanto que quem ler vai pelo menos ficar com água na boca. O texto leve, fluido de Barbery permite a imaginação ir longe e a vontade de devorar a história tão rápido quanto uma apetitosa comida. As 124 páginas servem como degustação de algo que sabemos como nos faz bem: a boa mesa!

Separei um trecho que acho bonito e que desperta em mim o desejo de comer tomate:

"A resistência da pele tensa, só um pouco, só o suficiente, a maciez dos tecidos, desse licor cheio de sementes que escorre pelo canto dos lábios e que enxugamos sem medo de sujar os dedos, essa pequena bola carnuda que despeja em nós torrentes de natureza: eis o tomate, eis a aventura".

Não é lindo?!

Já me deu até vontade de comer uma suculenta salada de tomates.

E aí, que tal experimentar esse livro?!

Beijos,




Nenhum comentário:

Postar um comentário