30 abril 2015

Marcando território

Os convidados são as pessoas mais importantes do Universo, pelo menos para um bom anfitrião.

Foto:QuePrendada
E num almoço ou jantar, onde todos se reúnem na mesa, marcar os lugares pode ser uma boa opção. Há quem critique; mas eu acho lindo!

Primeiro, pela praticidade (é tão chato quando as pessoas perguntam: onde eu sento?). Segundo, pela elegância e até para surpreender quem tá de visita. Os convidados se sentem prestigiadas ao ler o nome num pedacinho de papel.

Por isso, aqui vão algumas idéias para quem quer receber com amor e criatividade, com opções baratas e fáceis de fazer!
Foto: Casa&Comida

Coisas que a natureza dá: basta procurar uma pedra ou uma folha de árvore e ter caneta hidrocor

Foto: Casa&Comida

Mais fácil impossível, um pregador de roupa com um raminho de alecrim: charme rústico que encanta

Foto: Casa&Comida

O novelo de linha ganhou a parceria de um alfinete para pregar o nome, ideal para o chá da tarde

E aí, gostaram das idéias?  É possível variar, e muito! Basta um pouquinho de criatividade, objetos e claro, visitas!


Beijos, 

29 abril 2015

Uma maçã por dia...

Dia desses eu fiz uma matéria sobre os benefícios da maçã! Descobre aí, o bem que essa frutinha é capaz de fazer...

 

28 abril 2015

Além das flores e florestas

Bom dia, galera!

Claro que eu me rendi a moda aos livros para colorir. Não pela modinha em si, mas porque gosto de pintar, desenhar e criar. Muitos adultos estão usando os livros para relaxar, quase como uma terapia. São jardins e flores e florestas e besouros e borboletas e aiiiii quanta natureza, né?!



Para quem cansa das belezuras da fauna e da flora mundial, saibam que existem vários livros para colorir com outras temáticas. Eu pesquisei alguns e vou dividir com vocês.

ZUMBI PARA COLORIR
Esse é para os fãs da zumbilândia e viciados em Walking Dead! Ele é criação do ilustrador Tiago Holsi, e custa 12 reais no site dele



A ARTE DE VAN GOGH
Pra quem é fã do artista plástico ou quer variar os temas, o livro é repleto de imagens dos quadros do holandês. Eu já vi para vender na livraria da Travessa, aqui no RJ (antes mesmo dos Jardins e Florestas virarem moda).




TERAPIA ANIMAL
Deixar os bichinhos ainda mais bonitos é fácil nesse livro onde as ilustrações são feitas para relaxar. Esse livro pode ser comprado no site da própria editora

.


PÁRA TUDO: RYAN GOSLING PARA COLORIR, É ISSO MESMO PRODUÇÃO!!!
Para quem acha o astro de Hollywood tudo de bom ou é muito fã do ator aqui vai uma dica engraçada e diferente: Ryan Gosling em diferentes momentos da carreira. Funny! Uns 12 dólares no site da Amazon.



MUITA SEDUÇÃO
Para os adultos que gostam de uma diversão mais picante, o livro é cheio de imagens sugestivas! Importado, tem como encomendar pela Amazon.


E aí, pintores e pintoras do Braeeel, gostaram das dicas?!

Beijos,
 

27 abril 2015

Livre, leve e solto: o arroz que todo mundo quer

Eu tenho uma relação de amor e ódio com o arroz. É sério! Tem épocas que eu preciso comer arroz com tudo...feijão, carne, molhos; outras quero me distanciar dele (mas nunca consigo).



Pensando nisso, e na dificuldade em acertar o ponto do arroz eu fiz esse post para ajudar quem também tem problemas em deixar o arroz livre, leve e solto! Quem passou essas dicas foi a chef da cozinha experimental da Camil, Ivy Oliveira. Vejam:


1. REFOGUE BEM O ARROZ: aqueça o óleo e frite bem a cebola, o alho e acrescente o arroz. É importante caprichar nessa etapa, principalmente na hora de refogar o arroz. “É nesse momento que o envolvemos o grão com o óleo, assim ele libera menos amido e com isso fica mais soltinho”, reforça a chef.

 2. PROPORÇÃO IDEAL: para cada xícara de arroz branco, sempre utilize duas xícaras de água. “Essa regra é clássica e faz uma diferença enorme na hora de cozinhar o grão, assim, não há excesso de água e evita-se que o arroz fique empapado”, explica Ivy Oliveira. Para o arroz integral, a regra muda: são três xícaras de água para uma de arroz.

 3. PANELA PARCIALMENTE TAMPADA: é importante manter a panela parcialmente fechada, uma vez que se tamparmos a panela totalmente o vapor da água não consegue sair de forma adequada, deixando muita umidade dentro da panela e com isso aumenta-se a chance de empapar o arroz. Já se não tamparmos a panela o vapor sairá rápido demais, o que pode deixar os grãos crus. 

4. NÃO MEXA: Ao mexer o arroz, os grãos poderão ser amassados ou quebrados. Esse processo deixa o arroz empapado, comprometendo o resultado. Ao final é importante tampar e deixar o arroz descansar por uns 5 minutos, assim, com a redução da temperatura evita-se que os grãos se quebrem com facilidade.

Segue até um passo a passo para ninguém esquecer essas dicas! Obrigada Ivy e Camil pela ajuda!


26 abril 2015

Dica de livro: Os cadernos de cozinha de Leonardo da Vinci


Dia desses, pesquisando sobre os acessórios de cozinha eu descobri que o grande Leonardo da Vinci era - além de excelente inventor, pintor, escultor - cozinheiro. Isso mesmo, ele adorava cozinhar e foi um dos primeiros vegetarianos assumidos da história. Ele era tão bom (em tudo que fazia), que chegou a ser mestre de banquetes da corte de Ludovico Scorza, senhor de Milão.

Da Vinci  fazia excelentes pratos e era entusiasta da higiene e capricho na mesa. Procurando saber mais dessa história fui atrás do Codex Romanoff, que seria o tal livro de cozinha e apontamentos escritos pelo italiano. 

Consegui encontrar a obra em um sebo virtual e assim que chegou na minha casa não resisti e devorei a leitura. 


Na verdade, o livro tem sua autenticidade contestada por muitos. É fato que Da Vinci deixou milhares de páginas com anotações de próprio punho espalhadas pelo mundo e que se perderam. Verdade ou não, o livro trás as esquisitas refeições da época renascentista e claro, algumas das ideias e invenções do mestre italiano e que até hoje utilizamos. 

Para quem não sabe: ele foi responsável pela invenção do guardanapo, do esmagador de alho, da máquina de fazer spaguetti e das tampas para as panelas. Além de muitos hábitos de como se comportar durante as refeições.

Separei esse trecho que acho super atual: 

"Sobre as exigências de uma cozinha:
Em primeiro lugar, é necessária uma fonte de calor constante, e, depois um abastecimento de água fervente. Um chão sempre limpo. Ferramentas para cortar, descascar, fatiar e moer. Também um artefato que afaste os cheiros e fedores de sua cozinha para obter um ambiente agradável e livre de fumaças. E, depois, música, já que os homens ficam mais felizes e trabalham melhor com música". 



Já que nessa semana, no último dia 23 de abril, comemoramos o dia mundial do livro, fica aqui a minha dica para quem ama literatura, história e principalmente comida!

Beijos, 
  

20 abril 2015

Compro de quem faz


Dia desses, pesquisando pela internet eu descobri o "Compro de Quem Faz". Um movimento para incentivar o sustentável e o local, por meio do apoio às pessoas que fazem produtos manuais. 

Eu sou uma entusiasta dos produtos feitos manualmente. Claro que a gente consome e precisa do que é feito em grande escala. Mas alguns objetos, roupas, itens de decoração e acessórios podem ser únicos ou pelo menos feitos de uma pessoa para a outra. 

Como pintora nas horas vaguíssimas e aspirante à costureira eu acho lindo, divino, maravilhoso a criação individual de peças. E acho muito legal quando alguém se destaca no que produz e isso acaba virando um trabalho, um job mesmo, que gera emprego e renda.

Estilistas, artistas plásticos, designers independentes, e tantos outros profissionais espalhados pelo mundo que nem sabemos como chegar neles. 

Foi por isso que a Tanlup (aquele site que vende produtos de artistas e artesãos independentes), resolveu criar esse lindo projeto CDQF - COMPRO DE QUEM FAZ . Eles fizeram até um manifesto, confira: 


Viram que legal? E aí, tá esperando o quê para conhecer os produtos lindos de gente para lá de interessante? Aliás, comece a frequentar as feiras independentes de seu bairro ou cidade. Desde muito pequena eu passeava com minha mãe pelo famoso Brique da Redenção, em Porto Alegre. 

Foi lá que aprendi a valorizar e reconhecer a beleza nos produtos feitos manualmente. Eram dezenas de bancas, com todo tipo de coisas: desde bijouterias passando por roupas até esculturas. E por falar em esculturas, deixo aqui o vídeo do CDQF com a minha xará Priscilla. Ela é uma super artista, que arrasa na cerâmica.  




E aí, gostaram do CDQF? Pois eu amei e daqui em diante o blog Que Prendada passa a apoiar essa ideia.

Beijos,

16 abril 2015

Marsala: a cor do ano

A cor do ano de 2015, eleita pela Pantone, é a Marsala. Nome que pouca gente conhece para a clássica cor de "vinho" escuro (risos).



A cor  tem esse tom marrom avermelhado que eu considero profundamente elegante.

Achei a ela super charmosa e acho que combina perfeitamente com o outono e  o inverno.


E a cor fez tanto sucesso que caiu nas graças de muita gente sendo usada desde a decoração da casa, festas de casamento, roupas e cosméticos. 


Mas que diabos é a Pantone para ditar a cor do ano? Bom, para quem não sabe, a Pantone é uma empresa com sede nos Estados Unidos, conhecida pelo seu sistema de cores, que é muito utilizado na indústria gráfica. 

Aqui, eu coloco algumas ideias para a decoração de mesas, com toalhas, guardanapos e louças com  a cor do ano. Achei tudo lindíssimo!


Para quem não sabe a Marsala, virou hit na decoração de casamentos. Por se tratar de uma cor discreta, elegante e clássica, pode ser combinada com uma paleta de cores que se aproxime do nude e até do verde escuro. 

Mas ela também fez a cabeça das "beauty addicts" de plantão. São esmaltes e batons L I N D O S nessa cor. Na minha opinião, como eu já disse antes essa cor tem tudo a ver com o outono e o inverno. 



Então, quem sabe arrumar a casa com toalhas Marsala e investir num esmalte bem cor de vinho para sair do vermelhinho básico de cada dia?

Eu vou experimentar! 

Beijos,

15 abril 2015

RECEITA: Feijoada Vegetariana do Garden Bistrô

Gente boa e amiga, dia desses conheci o Gávea Garden Bistrô, um restaurante para quem curte alimentação saudável e com alimentos orgânicos. 
Ele fica dentro do Shopping da Gávea (mas lá, nem parece que a gente tá num shopping), o astral é ótimo e o ambiente tranquilo. Eu fiquei apaixonada pelas saladas. São deliciosas Mas calma, não é só salada que tem no menu.
O pessoal tem pratos para agradar todos os paladares. Isso mesmo! Já pensaram em comer um feijão mais natural e que não deixa a pessoa pesada? Pois essa é a novidade do restaurante: a feijoada vegetariana. 
Eles foram tão legais que dividiram a receita comigo, e eu quero passar para vocês. 
Espero que  gostem! 
Deliciosa e com cara de feijoada tradicional. Foto: Berg Silva


Ingredientes
1/2 pacote de feijão preto
1 xícara de proteína vegeral texturizada (PVT) grossa
1 xícara de cenoura
1 xícara de pimentão vermelho
300g de carne de soja
300g de seitan em tirinhas (bife de glúten)
1 xícara de tofú cortados em cubos
1 xícara de berinjela em cubos
1 xícara de ricota defumada
3 colheres de sopa de óleo vegetal
2 dentes de alho
sal, salsinha, cebola, pimenta e louro a gosto
Preparo
Cozinhe o feijão preto normalmente na panela de pressão com bastante água. 

Após cozido, abra a panela de pressão e acrescente todos os temperos e os vegetais cortados em cubinhos.

Numa panela pequena refogue o alho (e se quiser cebola) no óleo e junte-o ao feijão.

Por último coloque a PVT, que não precisa estar hidratada, pois vai cozinhar no caldo. 

Deixe a feijoada no fogo (fora da pressão) até que cozinhe os legumes e engrosse. 

Sirva quente, guarnecida com castanha do Pará assada, farofa de milho, couve e legumes.

14 abril 2015

No Passado...

 Hoje é dia do café!






"Diz a lenda que quem legou a bebida foram os monges da Etiópia. Conta-se que Kaldi, um pastor de cabras, estava procurando seu rebanho extraviado quando o encontrou devorando avidamente as "cerejas" vermelhas que Lineu, em 1753, categorizou como Coffea arabica. Ele dançou de prazer ao provar as cerejas, compartilhando com um caminhante. Este, por sua vez, sentiu-se tão revigorado com aquela dose de cafeína que levou as cerejas vermelhas aos seus amigos monges, que cultivaram a árvore e prepararam a bebida que os mantinha acordados durante as orações".

O trecho extraído do livro "50 Plantas que Mudaram o Rumo da História, de Bill Laws"  conta a lenda da descoberta do café, bebida que ao longo dos anos, se transformou em moeda de troca e produto de alto valor. Lembram dos cafezais do Brasil?

Aliás, mais uma história antiga, para quem não sabe a Floresta da Tijuca aqui no Rio de Janeiro já foi uma grande plantação de café. Mas, Dom Pedro II, não concordava com desmatamento que estava afetando a fauna e flora brasileiras e também prejudicando o abastecimento de água potável da capital do Império. Foi aí que ele mandou retirar o cafezal e fez pela primeira vez na história do país, o reflorestamento de uma área.

Enfim, mas a pauta aqui é café, me aprofundei nas aulas de história (que eu amo) e esqueci de dizer dos benefícios que essa bebiba pode trazer. Aliás, fiz uma matéria super legal sobre o tema, confiram:


Beijos com gostinho e cheirinho de café...

13 abril 2015

Ano novo tailandês

De 12 a 14 de abril, os tailandeses comemoram o Songkran, nome do ano novo tailandês, que entra em 2558. 

A ideia é renovar as energias e marcar o nascimento de Buda. 

Nos templos, há homenagens ao aniversariante e, nas ruas, a população festeja jogando bolinhas de águas uns nos outros. 

E bom, eu sou fã da culinária tailandesa, e vocês?

Pensando nisso, vai aqui um receitinha deliciosa que eu adoro: é a sopa tailandesa de camarões com leite de coco, mais chamada de Tom Kha Gai.




Ingredientes:
Rende 8 porções
1 colher de sopa de óleo vegetal
2 colheres de sopa de gengibre fresco ralado
1 talo de capim-limão, picado
2 colheres de chá de curry vermelho em pasta
4 xícaras de caldo de galinha
3 colheres de sopa de molho de peixe (Nam Plá)
1 colher de sopa de açúcar mascavo claro
3 latas de leite de coco
1/2 quilo de cogumelos shiitake frescos, cortados
1 quilo de camarão médio – descascadas e limpo
2 colheres de sopa de suco de limão fresco
sal a gosto
1/4 xícara de coentro fresco picado
Modo de Preparo:
Aqueça o óleo em fogo médio em uma panela grande .  Acrescente  o gengibre, capim-limão e pasta de curry no óleo aquecido mexa e cozinhe tudo por 1 minuto. Lentamente acrescente o caldo de galinha e mexa continuamente.
Misture o molho de peixe e açúcar mascavo; cozinhe por mais 15 minutos. Junte o leite de coco e os cogumelos; mexa bem e deixe cozinha até que os cogumelos estejam macios, cerca de 5 minutos.
Acrescente o camarão e cozinhe por mais cerca de 5 minutos. Junte o suco de limão; tempere com sal, decore com coentro.

11 abril 2015

Famosas & Prendadas

Tem muita mulher famosa que ADORA cozinhar. Isso mesmo! Por isso, hoje, eu decidi reunir aqui alguns flagrantes das celebridades preparando delícias! Confira:

REESE WITHERSPOON, DREW BARRIMORE E CAMERON DIAZ
As atrizes e amigas tiveram aulas de culinária em Napa Valley, na California
 LEA MICHELE
A estrela do seriado "Glee" prepara um molho para um jantar italiano
                                                                      BLAKE LIVELY 
A musa já apareceu outras vezes aqui no blog; ela ama tanto cozinhar que já fez curso na famosa escola "Le Cordon Bleu"
 OPRAH WINFREY
A poderosa apresentadora de TV norte america é famosa pelas suas receitas
 EVA LONGORIA
A musa latina também prepara delícias e já escreveu um livro de receitas

                                                                  KRIS JENNER
A matriarca das Kardashian's também domina as panelas escreveu um livro
                                                 
                                                      MELANIE C, EMMA E GERI


Duas das Spice Girls que adoram cozinhar tentaram ensinar a amiga Geri a fazer bolinhos de queijo

10 abril 2015

Dieta Mind e o alzheimer

Mais uma das minhas matérias para o Fala Brasil, desta vez sobre a nova dieta que é capaz de reduzir as chances de Alzheimer, confiram:

09 abril 2015

RECEITA MINUTO: Batata doce no forno




A receita é simples e DELICIOSA, minha gente! Separe três batatas doces e tira as cascas.

Corte em tiras como se fosse para batatas fritas (eu faço um pouquinho mais grossas).

Depois, coloque na assadeira com azeite de oliva e leve ao forno por 20 minutos.

Dê uma mexida, virando as batatas e deixe mais 20 minutos.

Assim que estiverem douradas e crocantes coloque sal e finalize com alecrim.

Ficam incríveis e são super saudáveis! 

Pra quem não sabe: a batata doce tem um baixo indice glicêmico e ajuda nas dietas. 

Beijos,

08 abril 2015

Prosa na cozinha: aulas de culinária no Rio de Janeiro

Eu seguia mensalmente a agenda do Prosa na Cozinha, uma escola de culinária aqui do Rio de Janeiro, idealizada pela chef Manu Zappa.

Até que um dia vi a seguinte opção: curso de brigadeiro gourmet! Ahhh não resisti! Paguei, me matriculei, fui lá e fiz!

A casa de portãozinho azul no Jardim Botânico já vale a visita. O lugar é todo charmoso, novinho, não dá vontade de sair de lá.




E o curso que eu fiz com a especialista em doces e bolos Andreia Schwarz foi sensacional. É muito bom aprender novas técnicas e claro, novas receitas.


A turma composta por apenas 10 alunos facilita o aprendizado. A gente ganha apostila e ainda põe a mão na massa (enrolando brigadeiros e experimentando cada um deles). No final, levamos para casa as delícias que aprendemos na aula.


Eu super recomendo o espaço Prosa na Cozinha. Aliás, em breve, vou fazer mais um curso por lá.

Para saber a programação completa dos cursos clica aqui >>>> agenda

Espero que vocês gostem!

Beijos,

07 abril 2015

Flor de sal: sabor e beleza na mesa




Recebi dia desses a delícia chamada Flor de Sal, da empresa brasileira Cimsal. Confesso que até então eu não sabia e não valorizava esse condimento tão maravilhoso!

"Fleur de sel", como é chamado, é muito utilizado na alta gastronomia para a finalização de pratos. O indicado é pegar alguns cristais com as mãos e colocá-los sobre a comida no prato. Fica super saboroso e deixa a apresentação mais bonira e elegante. Combina com carnes, peixes, verduras e até doces.

Mas atenção, este sal não deve ser levado ao fogo porque perde a textura crocante.

Eu recebi esses potinhos lindos nos sabores limão, defumado, ervas finas e tradicional e já experimentei todos! Estão aprovadíssimos!

Aliás, vai aqui uma receita DELICIOSA com esse sal: Palmito com ciboulette



























RECEITA: 

-  2 unidades de palmito grande e orgânico (são mais macios)

-  1 colher de sopa de azeite extra virgem
-  1 colher  de café de ciboulette picadinha
-  Flor de Sal Cimsal à gosto

Corte os palmitos ao meio, adicione a ciboulette, flor de sal e finaliza com o azeite.


Fica uma delícia como entrada ou acompanhamento de um carne! Bom apetite!


Beijos,