27 abril 2015

Livre, leve e solto: o arroz que todo mundo quer

Eu tenho uma relação de amor e ódio com o arroz. É sério! Tem épocas que eu preciso comer arroz com tudo...feijão, carne, molhos; outras quero me distanciar dele (mas nunca consigo).



Pensando nisso, e na dificuldade em acertar o ponto do arroz eu fiz esse post para ajudar quem também tem problemas em deixar o arroz livre, leve e solto! Quem passou essas dicas foi a chef da cozinha experimental da Camil, Ivy Oliveira. Vejam:


1. REFOGUE BEM O ARROZ: aqueça o óleo e frite bem a cebola, o alho e acrescente o arroz. É importante caprichar nessa etapa, principalmente na hora de refogar o arroz. “É nesse momento que o envolvemos o grão com o óleo, assim ele libera menos amido e com isso fica mais soltinho”, reforça a chef.

 2. PROPORÇÃO IDEAL: para cada xícara de arroz branco, sempre utilize duas xícaras de água. “Essa regra é clássica e faz uma diferença enorme na hora de cozinhar o grão, assim, não há excesso de água e evita-se que o arroz fique empapado”, explica Ivy Oliveira. Para o arroz integral, a regra muda: são três xícaras de água para uma de arroz.

 3. PANELA PARCIALMENTE TAMPADA: é importante manter a panela parcialmente fechada, uma vez que se tamparmos a panela totalmente o vapor da água não consegue sair de forma adequada, deixando muita umidade dentro da panela e com isso aumenta-se a chance de empapar o arroz. Já se não tamparmos a panela o vapor sairá rápido demais, o que pode deixar os grãos crus. 

4. NÃO MEXA: Ao mexer o arroz, os grãos poderão ser amassados ou quebrados. Esse processo deixa o arroz empapado, comprometendo o resultado. Ao final é importante tampar e deixar o arroz descansar por uns 5 minutos, assim, com a redução da temperatura evita-se que os grãos se quebrem com facilidade.

Segue até um passo a passo para ninguém esquecer essas dicas! Obrigada Ivy e Camil pela ajuda!


Nenhum comentário:

Postar um comentário