05 janeiro 2016

Editorial do mês: ceia de Ano Novo

Eu não podia deixar de dividir com vocês os detalhes da minha "mesa posta" para a ceia de Réveillon.


Aliás, vocês sabem o que significa essa palavra francesa?!

Quanto à etimologia, Réveillon tem origem no verbo em francês réveiller, que significa "acordar" ou "reanimar" (em sentido figurado). Assim, o Réveillon é o despertar do novo ano.


Inicialmente, a palavra era usada para descrever uma refeição leve que era feita à noite, que impedia que as pessoas dormissem. Um pouco mais tarde, foi usado para qualificar a ceia de véspera de Natal. Apenas por volta do século XX o termo Réveillon passou a designar as celebrações do Ano Novo.



Nesse ano, decidi fazer uma mesa bem clean, usando as cores branco, prata e amarelo. As velas deram um charme especial, ainda mais com dois castiçais que são obras de uma artista plástica gaúcha. Ah, os marcadores de lugar não podiam faltar! E os copos de Martini, foram usados para servir a entrada: Guacamole com camarões. 


Os convidados ganharam incensos Nag Champa, que eu adoro e deixam a casa super perfumada e também pedras de hematita, que segundo dizem os especialistas, servem para proteger e ajudar na prosperidade financeira.

Um mimo cheio de boas vibrações e que os convidados adoraram!



Ah, um vaso de orquídeas trouxe charme para a mesa que recebeu 6 pessoas para um jantar digno de Reis e Rainhas. Aliás, depois dessa celebração junto aos deuses da gastronomia, passamos a virada na beira da praia de Copacabana, tão inebriados de alegria e prazer, que acabamos todos celebrando a vida dentro de um mar calmo e maravilhoso!

Beijos!

Um comentário: