01 janeiro 2016

Feliz Ano Novo

Eu fiquei esperando o sol nascer na praia de Copacabana nas primeiras horas de 2016. 

Celebrar mais uma volta do planeta Terra ao redor do Sol deve ser motivo de euforia, sim.

Afinal de contas, somos poeira de estrelas, estamos aqui de passagem. E tanto o Sol, quanto a Terra já tem bilhões de anos, são eles que garantem a nossa pequena travessia em décadas de vida. 

Por isso, eu acho lindo e emblemático celebrar o tempo, a rotação quase que imperceptível e diária da nossa esfera celeste. 

No vasto Sistema Solar, somos nós - no planeta azul - que celebramos o tempo partido e lamentamos o tempo perdido.

Vai ver, quem partiu os dias em horas e minutos, sabia que "calendarizar" as coisas, simplificaria a vida e tornaria a esperança algo mais fácil de ser alcançado. 

Eu festejo o recomeço dessa volta em nossa estrela-mãe, em nosso astro-rei e torço que estejamos aqui, firmes e fortes para ver o Sol nascer mais e mais vezes!

Um 2016 cheio de beleza, alegria e prendices!

Aliás, ele vai ser ano bissexto e vamos ganhar um dia a mais para encher o planeta de amor! 

Beijos!


Nenhum comentário:

Postar um comentário