26 novembro 2019

Pontas duplas and secas

Todo mundo que me conhece sabe que meu cabelo é crespo e não tenho problema nenhum com isso, aliás, acho ele espetacular. Mas confesso: dá um trabalho danado cuidar os cachinhos. Por isso, desde os 18 anos eu tenho alisado o meu cabelo. Antes, por modismo da geração "chapinha + progressiva". Durante alguns anos por questão profissional. E agora?! Bem, agora eu tenho um bebê e desde que ele nasceu eu vivo descabelada.

O que aconteceu com aquele cabelo liso, brilhoso e macio?!  Não sei. Uns dizem que a amamentação faz o cabelo cair, outros, revelam que é por causa da anestesia (na hora do parto), mas consenso e verdade sobre a dura transição de um cabelo lindíssimo na gravidez para esse estado de caos a abandono capilar só pode estar relacionado aos hormônios.

Não, mas peraí, e essa dedicação quase que exclusiva pro bebê? Mulheres comuns como eu e talvez você que tá lendo esse texto, não temos condições de irmos toda semana no salão hidratar  o cabelo, muito menos investir nesses cremes caríssimos e maravilhosos que existem no mercado. Agora a prioridade é outra: fraldas, odontopediatra, vacinas, roupinhas, remedinhos e por aí vai... Os investimentos são todos nessa vida recém chegada a Terra. É..., welcome to the jungle, new mommy! Enquanto os lindos cachinhos do meu filho crescem naquela cabecinha, as minhas pontas estão duplas e secas, e aí eu começo a calcular e percebo: há exatos 2 anos e 2 meses (desde que ele nasceu) a tesoura não passa por esse cabelo! :/

A gente leva tempo para algumas fichas caírem nesse pós maternidade, né?

Bora voltar a se cuidar?!

Nenhum comentário:

Postar um comentário